O valor da versatilidade (no design de interiores)

Fevereiro 25, 2017

O valor da versatilidade (no design de interiores)

A história do Renan e de sua trágica ambição de exercer uma profissão intelectual como se linha de produção fosse me lembrou quanto a versatilidade seja um tema fundamental para a Acierno.

De certa maneira, a versatilidade é uma reação saudável ao que o récem-falecido Zygmunt Bauman teorizou sobre relacionamentos "líquidos" (e sobre propriedade, e sobre o senso de pertencer, em geral). Vale para relacionamentos, vale para empregos, e vale muito mais para os espaços e nosso jeito de vivencia-los: versatilidade é o que permite manter uma identidade quando tudo muda ao redor.

Primeiro, porque mudamos de casa ou de apartamento (e, talvez, de cidade) muito mais do que no passado. Isto levou, de certa maneira, à interpretação errada na nossa indústria de que os móveis precisariam ser descartáveis - quando, na verdade, móveis duradouros e de qualidade são exatamente o que se precisa para aguentar mudanças mais frequentes. Mas um móvel duradouro que não seja versátil e funcional pode ser difícil de encaixar em um espaço novo...

Segundo: esses espaços, além de provisórios, tendem a ser menores, e portanto, a ser duas ou mais coisas ao mesmo tempo. A sala de estar e a sala de jantar coincidem. A copa e a cozinha são o mesmo ambiente (e, frequentemente, se juntam à sala de estar também). O quarto de dormir e o escritório podem ser um ambiente só. Os móveis para espaços pequenos, portanto, precisam por definição ser móveis versáteis, flexíveis, multifuncionais.

Os móveis de design da Acierno em sua maioria seguem esta inspiração: de serem móveis flexíveis, antes de mais nada, e de se adaptarem a espaços multifuncionais. Uma sala de estar que também quer ser sala de jantar precisa - por exemplo - de uma mesa que resolva o paradoxo de ocupar pouco espaço e hospedar muitos convidados. Uma mesa extensível, banalmente? É uma solução, claro (e temos uma dessas aqui: a Trousse Alta) mas não é a única. O sistema Mosaico (aqui em uma foto histórica, do Salone del Mobile di Milano de 2006), é outra ótima opção: uma sala de jantar de design contemporâneo pendurada toda na parede, mesa e banco incluídos. E ainda Drizza, mesa e escrivaninha desmontável, que pode ocupar o espaço do fundo de um armário quando não está em uso. Assim, a sala de jantar fica com mais espaço, quando ela não serve de uma sala de jantar. E para quem já tem um pouco de espaço a mais na sala de jantar, mas de vez em quando quer poder convidar muitos amigos mesmo, tem a mágica de Sotto & Sopra.

Convenhamos: não é algo que descobrimos neste ano. Pelo contrário: sempre trabalhamos com a otimização dos espaços, desde nossa primeira coleção para o Salone del Mobile di Milano de 1987: Pupa, penteadeira e escrivaninha, foi desenhada para que coubessem num quarto de dormir tanto a penteadeira quanto a escrivaninha, em um móvel multifuncional só.

Assim como a linha Dormusa, de 1992, vai muito além de ser uma cama de madeira: é um sistema para o quarto de dormir, para um escritório ou um consultório, para sala de estar... ou para ambientes que sejam tudo isso ao mesmo tempo. 

Enfim, é evidente que o tema da versatilidade e dos móveis funcionais é vasto demais para um post só. Fica aqui apenas o começo da conversa. Ao longo das próximas semanas, vamos ver algumas dicas de como alguns dos móveis de design da Acierno podem acrescentar versatilidade e funcionalidade ao design de interiores (nem sequer comecei a falar de Tric-trac...)

-- 
Carlo