O valor de um hobby

Março 17, 2017

O valor de um hobby

Já pensou em pintar?

Porque aconteceu uma coisa engraçada aqui na Acierno. Para o vernissage da mostra Tropicalissimo (aquela em que foram pintados à mão alguns dos nossos móveis de design assinado, como o roupeiro Ma-dame, a estante Tric-trac e as bandejas Aum) organizamos um evento em que o pintor Reginaldo Pereira deu aula de pintura para jornalistas e arquitetos.

E durante o evento alguns dos participantes falaram algo como "ué, quem imaginaria, aula de pintura é muito melhor que terapia!" e passaram horas e horas dando carinho e acabamento em suas bromélias, tucanos e araras.

Ainda, depois do evento, alguns participantes nos perguntaram se não daria para fazer mais aulas... "é bom mesmo! pintura relaxa mais do que academia!"

Aí Reginaldo veio com uma ótima ideia - vamos fazer aula formal mesmo? Vamos! Mas... como fazer aula formal em uma loja de móveis que quer ter um ambiente descontraído? Assim, resolvemos deixar os horários livres.

Vamos disponibilizar espaço e materiais para as aulas de pintura, o tempo e a sabedoria do Reginaldo e o café que precisar, toda sexta-feira e todo sábado das 12 às 18. Cada um pode vir no horário que achar melhor, compondo um total de 10 horas mensais. A partir de quando? Muito em breve! Assim que tivermos quorum suficiente - nos escrevam por e-mail, Facebook, Instagram... se quiserem fazer parte da turma!

Até eu vou experimentar. Não só porque a primeira aula é de graça, e mesmo o pacote de 10 horas vai ficar bem em conta... (bem menos do que terapia e academia, claro). Mas também porque gosto de ir além dos meus limites e preconceitos. Sim, eu sei: costumo repetir que nesta empresa a única coisa que eu não faço de jeito nenhum é desenhar, e que tem arquitetos e designers muito mais capazes, que desenham móveis incríveis e maravilhosos, enquanto eu mal consigo segurar um lápis. Mas Reginaldo sabe ensinar até a crianças de seis anos: aí pode ser que consiga comigo... digo: que consiga me ensinar a pintar; que consiga também me fazer relaxar, aí já é tarefa muito, mas muito mais árdua!

-- 
Carlo