Mesa de jantar "Drizza"

Compensado naval, com a borda a vista (hello, Lina!) e laca fosca texturizada no tampo, e pé de tauari maciço. As partes da mesa de jantar Drizza combinam graças a um sistema de cordas, inspirado no funcionamento de um barco a vela.

Drizza, ideia genial do arquiteto italiano Fabrizio Collovà, é a mesa de jantar (ou a escrivaninha) de quem não tem espaço para uma mesa de jantar e só a usa de vez em quando: se não precisar dela, desmonta e guarda em um canto, já que ocupa apenas poucos centímetros de espessura. Assim, a sala de jantar (ou o a sala de estar, ou a cozinha, ou aquele ambiente único que é ao mesmo tempo sala de estar e quarto de dormir...) ganha quase dois metros quadrados de espaço precioso.

Assim, Drizza fica ideal para pequenos (e primeiros) apartamentos, apesar das dimensões padrão de cm 180x90x74h quando aberta.

O que já seria razão suficiente para compra-la, certo? Mas tem mais uma ótima razão ainda... além de tudo, Drizza foi desenhada para custar pouco. Quem disse que os móveis de design devem custar necessariamente caros?